Sexta-feira, 12 de agosto de 2022, às 05:52 - Email: [email protected]

Homem condenado por assassinar ex-vereador de Pimenteiras pode responder por mais 3 mortes ocorridas no Conel Sul

Quatro dos crimes mais violentos já praticados no ano de 2021, no Cone Sul de Rondônia podem estar interligados e ter sido pratica pelo já contedando a mais de 17 anos de prisão, Pedro Loureiro da Fontoura, mais conhecido como “Pedro Magro”.

No único dos crimes já desvendados, o autor foi condenado recentemente em Vilhena: trata-se da morte do ex-vereador em Pimenteiras do Oeste, Delvi Pardim de Jesus. O acusado de tramar sua morte é Pedro Loureiro da Fontoura, o “Pedro Magro”, levado a júri popular e condenado a mais de 17 anos de prisão.

Antes desta execução, Pedro, que tem 54 anos, teria matado a tiros o comerciante conhecido como “Flavião Boiadeiro”. Ele foi morto em maio  do ano passado em um bar na cidade de Cerejeiras. Mas, como o suspeito ainda não passou à condição de indiciado e réu, as investigações prosseguem.

A polícia identificou a dona da moto usada pelo matador e descobriu que o veículo pertence a uma sobrinha de Pedro. Ela teria recebido ameaças após confirmar que, no dia do homicídio, havia emprestado a motocicleta ao tio.

Após a execução de Flávio, outras duas mortes aconteceram num intervalo de poucos meses: a primeira foi do servidor do DER em Cerejeiras, Renato Godoi, que tinha 49 anos. O corpo dele foi encontrado carbonizado dentro de um carro queimado na zona rural do município no mês de junho de 2021. O funcionário público teria sido executado por motivos passionais.

Em outubro daquele mesmo ano, a esposa de Flávio, Lucilene Costa, servidora comissionada da Sedam, foi morta a tiros dentro do órgão ambiental. O crime gerou uma onda de especulações sobre um suposto racha no grupo criminoso envolvida em outros homicídios na região.

A Polícia Civil está juntando as peças do quebra-cabeças para descobrir a verdadeira motivação e a participação de outras pessoas nos assassinatos em série. Por enquanto, de concreto mesmo, só a condenação de Pedro Magro em Vilhena, mas ele poderá ser julgado também em Cerejeiras pela morte de Flávio.


Últimas Notícias


Veja outras notícias aqui ▼

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
error: Conteúdo protegido